Twitter

Com certeza não terá passado despercebido a pouca frequência com que tenho actualizado este pequeno espaço.  Penso que o culpado pela ausência é mesmo o Twitter.  Para quem não liga nada a estas coisas, o Twitter é um serviço que surgiu há algum tempo atrás (2006) com a simples ideia de permitir troca de mensagens entre os vários utilizadores através da Internet ou por SMS.

Mas qual a sua verdadeira finalidade? A pergunta que nos fazem inicialmente é “O que estás a fazer?” (What are you doing?), mas há muito que perdeu apenas a finalidade de partilhar o que andamos a tramar.  Apenas verifiquei o poder real do Twitter quando dei por mim a monitorizar em tempo real o que as pessoas diziam sobre um projecto profissional que tinhamos implementado num evento. Felizmente as opiniões eram positivas. Melhor ainda é que tinha a certeza que qualquer problema que surgisse com o sistema que construímos, saberia pelo Twitter.  Tinha à minha frente um sistema de monitorização da experiência de utilização em tempo real!

twitter

Mas existem mais finalidades no Twitter, com saber em primeira mão notícias do terreno antes mesmo de chegarem aos jornais, como foi o caso do avião que aterrou no Rio Houstoun, onde os primeiros relatos e fotos surgiram no Twitter. A sua importância tem sido elevada nos últimos tempos devido aos protestos no Irão. Devido ao bloqueio imposto pelo governo de Teerão aos jornalistas internacionais, temos acesso aos verdadeiros relatos no centro da revolta através das mensagens que a população iraniana deixa directamente no Twitter.

A única frustação é tentar digerir tanta informação que nos chega rapidamente e a velocidade com que algo é propagado por inúmeras pessoas é vaporizante.  É extraordinário como o  mundo gira muito mais rápido apenas com 140 caracteres.

http://twitter.com/pedroclaro