O prelúdio branco

Evoluçao desde 1975 da variação da abstenção, número de votos brancos e votos nulos em Portugal (em percentagem):

Variação (%) da evolução de votos e abstenção nas legislativas em Portugal

Evolução (%) da variação de votos e abstenção nas legislativas em Portugal

Conclusões rápidas:

  • A abstenção tem subido sempre até 2005, onde verifica pela primeira vez um decréscimo (1)
  • O número de votos brancos quase que duplicou em 2005 (2)

Nota: só existe contabilização do voto branco desde 1979

(1) – Estamos a ficar mais responsáveis socialmente? 3 milhões de pessoas que não votam.

(2) – Crescimento de 87%. São mais de 1035 37 pessoas a votar em branco. Era como se toda a cidade de Braga decidisse não colocar um cruz po algum motivo.

4 thoughts on “O prelúdio branco

  1. Os números espelham uma assustadora realidade. Serão muito provavelmente a tempestade…de quem semeia ventos.
    Continuo, contudo, a acreditar que os votos em branco não ajudam o país, não criam nem apresentam alternativas, são apenas uma forma de manifesto de um descontentamento…mas o a país nada ganha, não avança nem cresce ao mesmo nível que crescem os números que apresentas. Por isso voto sempre naquela que me parece a melhor das possibilidades, num cenário que reconheço não ser, de todo, sequer razoável. As disparidades sãi imensas…é impossível a alguem que trabalha afincadamente 40 horas semanais, em condições difíceis e precárias, para auferir o salário minimo nacional entender, acreditar e apoiar quem não encara, com o mesmo afinco, a tarefa de representar quem o elegeu para o representar na A.R…quem falta sem conquências, quem vai de férias em alturas de votação de decições importantes, quem não se abstém de pontes para descanso, de benefícios talvez em excesso… quem não conhece a dura realidade de muitos daqueles que representa.
    A questão importante será a de perceber se é possível e como alterar a realidade, encontrar alternativas….

  2. Caríssimo,

    “A abstenção tem subido sempre até 2005, onde verifica pela primeira vez um decréscimo” ???
    Estaremos a olhar para o mesmo gráfico/dados?

    Das duas uma: ou essa conclusão não é tua (espero) ou então foi “rápida” demais.

    Já agora, fonte desses dados/gráfico ??? Isso é que interessava saber.

    Mas continua a votar PS.
    Cá estarei no dia em que perceberes que “daquele mato não sai coelho”.

    Abraço!

  3. Mister,

    O gráfico representa a evolução da variação dos indicadores, ou seja se houve um acréscimo ou decréscimo em percentagem das eleições anteriores. Se existem mais pessoas que se abstêm num determinado acto eleitor relativamente ao acto anterior existiu um acréscimo, logo uma variação positiva. É isso que esse gráfico representa.

    Para que não duvides deixo-te a tabela com os valores:
    Ver aqui

    A minha fonte foi a Comissão Nacional de Eleições, onde é possível retirar estes dados para qualquer ano. Poderás comprovar isso mesmo com uma visita ao site destes senhores.

    Ou das duas três, foi outra pessoa que tirou uma conclusão “rápida”. Ou melhor duas conclusões. O gráfico não representa qualquer variação a nível de partidos e isso tinha um objectivo. Não olhar para A ou B ou C mas sim para o comportamento dos portugueses quando vão ou não a uma mesa de voto.

    Os número aberrantes a que chegou a abstenção deveriam fazer pensar muitas pessoas, não só políticos ou entidades com poder de decisão, mas também a população em geral. Porque não vão estas pessoas às urnas? Em relação ao voto branco, o alerta que tento deixar passar é que existe mais gente, como eu, que consciente pleno do seu acto, decide não colocar uma cruz. Essas pessoas querem participar na democracia mas não a deixam. Querem ter alternativas credíveis, em que achem valor. Eu não quero escolher o menos mau. Gaita, eu quero escolher o melhor!

    E quando olho à volta e vejo debates na televisão, notícias espalhadas por aí, onde o argumento válido é falar do que o outro fez mal e ou que politicas que defendeu ou implementou foram horríveis, fico tries. Eu não preciso de pessoas que me digam o que está mal ou porque é que está mal. Eu quero mas é ouvir pessoas que os saibam resolver.

    Daí não ter percebido a referência ao PS. Deixo os dados em bruto caso também queiras fazer uns gráficos. E se quiseres os dados de partidos, também os tenho e posso disponibilizar.

    Ano Eleitores Abstenção Var% Brancos Var% Nulos Var%
    1979 7249346 1241893 14.86183022 42863 p 120851 -53.10326897
    1983 7337064 1629369 31.20043353 42494 -0.860882346 104276 -13.71523612
    1985 7818981 2020052 23.97756432 48709 14.6255942 96610 -7.351643715
    1987 7930668 2254310 11.59663217 50135 2.927590384 73533 -23.8867612
    1991 8462357 2726926 20.96499594 47652 -4.952627905 63020 -14.29698231
    1995 8906608 3001754 10.07830796 45793 -3.901200369 67300 6.791494764
    1999 8864604 3449502 14.91621232 56964 24.39455812 51230 -23.8781575
    2002 8902713 3429058 -0.59266526 55121 -3.235376729 52653 2.777669334
    2005 8944508 3196674 -6.776904911 103537 87.83585203 65515 24.42785786

  4. Parece que não me fiz entender…

    Fica a conversa para um próximo encontro (por falar nisso, vai reservando o fim de semana de 20 e 21 de Junho para vires até Torres).

    Ah, e não te esqueças que votar em branco é contribuir para a vitória/maioria do partido que está no Governo. E nós não queremos isso, pois não? Ou será que queres…

    Abraço!
    Nuno

Deixe uma Resposta para Nuno Cancelar resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s