Visão de árbitro

Tanta polémica à volta da arbitragem nestes últimos tempos.  Apresento-vos a minha contribuição para a solução do problema:

helmet

E muitos mais modelos existem por aí. Cameras ajustáveis à cabeça do árbitro de alta definição que poderão permitir capturar imagens durante o jogo de futebol. Seja qual for a opinião a favor ou contra a tecnologia no futebol para ajudar os árbitro, esta pode dar um contributo em ambos os casos:

A) Permitem capturar directamente para a TVa visão do árbitro dando maior riqueza à transmissão (embora seja nessário equipamento de comunicações)

B) Quando existe um erro do árbitro permitem que o telespectador verifique que do ângulo do árbitro era extremamente difícil avaliá-lo. Vantagem clara seria que os amantes de futebol ficassem a perceber a natureza do erro e a entender melhor as acções de um índividuo.

C) Em caso de dúvida o árbitro poderia julgar o lance mediante repetição do que tinha visto.

D) Poderia ser aplicado em todos os jogos de todas as divisões ficando incluído no equipamento oficial. Deste modo, caí por terra o argumento da aplicabilidade em todas as divisões quando se propõe instalar camaras espalhadas pelo estádio.

E daria um ar mesmo bestial ao árbitro fazendo lembrar uma imagem de ficção maqueavélica. Sem dúvida meteria mais respeito…

Transparência

Hoje através do blog do Carlos Andrade, descobri uma verdadeira pérola da ANSOL, chama-se Transparência na AP.

O serviço disponibilizado faz uso da informação disponível no BASE – Contratos públicos online, onde é possível visualizar dados relativos a adjudicações directas das entidades públicas a outras entidaes. Como referido no Transparência na AP:

Esta é uma proposta da Associação Nacional para o Software Livre (ANSOL) para apoiar a transparência na administração pública portuguesa.

Foi desenvolvido para resolver as muitas dificuldades com a pesquisa e navegação no sítio oficial Base. A informação aqui presente é uma cópia da informação oficial actualizada periodicamente e disponibilizada através de um interface que facilita e incentiva a procura. De momento apenas pesquisa pelo objecto e nomes das entidades envolvidas nos Ajustes Directos lá publicados.

Um verdadeiro serviço público que supera em muito a usabilidade do site original e descobrimos verdadeiros tesouros e onde se levantam muitas questões. Como por exemplo que a Câmara de Loures gastou 652 300€ em vinho tinto e branco. Podemos também elaborar uma pesquisa pelos gastos por municipio, como o de Pombal, ou saber que a Câmara de Estremoz gastou quase 2 milhões de euros em luzes de Natal. Algo me diz que isto ainda vai dar que falar…

Update:  Os minutos passam e ainda descubro coisas inacreditáveis – Municipio de de Vale de Cambra compra viatura ligeira de mercadorias pela quantia de 1 236 000€ (sim… um milhão..) – mais descobertas aqui.

Update (16-Jan): E finalmente o saíu cá para fora.

Rocketdock – um PC à lá MAC

Cansado da aparência e funcionalidade do seu desktop? Que tal uma lufada de ar fresco nesse Windows? A solução chama-se Rocketdock e tenho o prazer de já ter a sua companhia há alguns dias. Para além da sua aparência com icons bem bonitos, é bastante funcional e customizável… e já consegui impressionar uns quantos colegas.  Mas umas imagens valem mais que mil palavras, por isso, fica o video:

Realidade Alternativa – Capitulo III

A música que soava no rádio do automóvel fazia lembrar os longíquos anos, onde o calor do Sol ainda alimentava tudo o que era vida no planeta.  Num ritmo frenético Gomes percorria as estradas até à sua cidade natal esperançoso que a resposta finalmente fosse desvendada. As temperaturas negativas daquela noite eram combatidas com o sistema de aquecimento do carro ligado ao máximo. A viatura era bastante antiga, longe dos sistemas modernos que percorriam as grandes auto-estradas que ligavam a capital de Portugal, Faro, ao resto do país.  O sul de Portugal era a única região que não tinha sido afectada pelo avançar do gelo ártico e existiam enormes vias de comunicação que rasgavam todo o Alentejo.  O Norte fora engolido por gelo há inúmeros anos e  grandes cidades como Porto ou Vila Real encontravam-se agora quase desertas.

A melodia antiga que insistia em fazer-se ouvir através do rádio, oscilava rapidamente ao som das curvas  e foi de repente que algum sinal de civilização apareceu, fazendo com que Gomes abrandasse.

– Em casa. Finalmente…

Gomes dirigiu-se ao centro da cidade sombria enquanto a neve que caía obrigava a que o ruído ritmado dos limpa pára-brisas não desaparecesse. Estacionou o carro, desligou o rádio e sentiu-se aliviado. Desviou o olhar para cima. O segundo andar do sétimo prédio mais alto de Aveiro, era o único que naquela altura emanava alguma luz. Gomes saiu do carro apavorado, bracejando e gritando o mais alto que podia.

– Joanaaaaaaaaaaaaa!

Quando abriu a porta do apartamento que ocupava todo o segundo andar do sétimo prédio mais alto de Aveiro,  deparou-se com a visão que mais temia. Joana estava estendida no chão, vestida de sangue e coberta de dezenas de folhas soltas brancas.  Gomes correu para abraçar o corpo na inerte  esperança de aliviar o desespero que lhe corria nas veias, artérias e toda a demais articulação e nervo.

– Fala comigo Joana! Joana!

Quando a morte, com o seu pequeno alfinete, invade a pequena bolha de amor que une duas pessoas não leva apenas uma, mas duas.  O embate de perder alguém tão querido era algo que Gomes não podia suportar. Lutando para recuperar a sua Joana,  não se apercebeu que há muito ela tinha viajado para outro lado.

Planos para 2009

future

Via Gettyimages

  • Mais exercício – Mente sã em corpo são, já dizia um velho sábio.
  • Descobrir ainda mais Lisboa – tanto ainda por explorar …
  • Tirar 10 horas por semana para projectos extra trabalho – coisas que parece que nunca saem do papel
  • Reiniciar o judo ou iniciar uma arte marcial nova – tenho de encontrar um sitio para colocar esta energia extra
  • Aprender uma lingua – ここに行く日本語I

Lanço o desafio de traçar 5 objectivos para 2009 aos seguintes blogs: