Ideias – Gestão de energia

Primeiro que tudo vou confessar que não realizei a minha habitual pesquisa e trabalho de casa, ou seja, não andei a verificar por essa web fora se esta ideia já existia. De tal modo, caso algum digno leitor saiba de uma implementação da idiotice que irei descrever em seguida faça o favor de utilizar a caixinha dos comentários.

Nos últimos tempos a humanidade (pelo menos 1/3 dela) tem se debruçado sobre os problemas energéticos. Surgem carros híbridos, incentiva-se a utilização de energias renováveis, exploram-se novas formas de gerar electricidade. Existem formas mais normais de poupar o nosso planeta do desgaste energético, uma deleas é rentabilizar o nosso consumo electrico e ser, mais que tudo, eficiente. (Como exemplo, poderia ir desligar a TV visto que já acabou o jogo miserável de Portugal e a esta hora sou presenteado com uma bela telenovela da TVI – desligada!).

A panóplia de equipamento eléctrico espalhado em cima do meu armário é colossal, router wireless, televisão, dvd player, playstation, modem, telefone sem-fios, box de tv, …  O pior de tudo é que estes equipamentos vêm artilhados de LEDs de várias cores. O festival é de tamanha ordem que os poucos hóspedes que por vezes pernoitam no belo sofá da sala sentem algumas dificuldades em dormir.  A situação só se agrava no desperdício energético e claro nos expressivos digitos escritos na conta da EDP.

Não seria mesmo extraordinário que aquele modo de standby dos equipamentos (TV, settopbox, router wireless, etc.) desaparecesse quando a casa estivess vazia? Os leds apagavam, a actividade cessava e o consumo energético superfluo desaparecesse?

A primeira ideia que me ocorreu foi a mais simples. Desligar os interruptores do quadro eléctrico. O acto resulta, no entanto peca por ser demasiado extremista. Existe equipamento que não queremos desligado, como o frigorifico.

O objectivo desta ideia é criar um mecanismo que permita desligar totalmente os equipamentos que desejemos quando saímos de casa. As tomadas seriam substituídas por outro tipo de equipamento. Vou-lhes chamar tomadas sem fios, que seriam iguais às normais com o acrescento de electrónica capaz de receber a comunicação ON e OFF. Sempre que determinada tomada recebesse a comunicação OFF, passaria a não deixar passar corrente, ou seja, o(s) equipamento(s) que estivessem ligados à mesma não iriam consumir energia.

Todas as tomadas seriam controladas por um outro dispositivo que seria colocado na porta de entrada/saída de casa, semelhante ao controlo do ar condicionado ou de alarmes. Assim sempre que saíssemos de casa carregariamos num ecrã táctil e desligariamos o equipamento correspondente. Poderiamos mesmo criar categorias de equipamentos e desligar os mesmo com um toque de dedo. Na medida mais extrema desligariamos todo o equipamento que estivesse ligado às tomadas sem fios.  Claro que o frigorifico seria dos poucos que estaria associado a uma tomada normal. Não queremos que os nossos preciosos alimentos se estraguem devido ao palerma que se lembrou desta ideia, ou queremos?

1 thought on “Ideias – Gestão de energia

  1. Olá!

    Também partilho dessas preocupações energéticas e, por maioria de razão, económicas. Tenho resolvido da seguinte forma:

    1.º
    Saber mesmo se precisamos da potência contratada à EDP ou se podemos diminui-la (o serviço dessa redução/aumento não é cobrado pela EDP e podemos mesmo adoptar uma rotação: + potência no Inverno – no Verão… Hein? Extremista é isto). Grande parte da factura não diz respeito ao consumo efectivo mas à “disponibilidade” da potência contratada. Basta olhar para a factura para se perceber do que falo.

    2.º
    Depois, claro, a velha tarifa bi-horária levada a sério.

    3.º
    (Acho que esta resolveria o teu problema dos LED’s) Utilizar tomadas múltiplas, mas com interruptor. Tudo ligado numa só e num clic lá se vão todos os stand byes.

    4.º
    Fazer um pequeno exercício. Testar todo os interruptores do quadro e perceber a que fases/zonas da casa dizem respeito (apontando junto de cada um a referência). Nos nossos fins-de-semana fora (e são alguns) já só fica o frigorífico ligado. E não é assim tão “extremista”.

    Enquanto não vem melhor… já se nota nas contas.
    E não há engenheiros em casa.

    Abraço!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s