Ideias II

Esta ideia é simples e conta-se em breve palavras. O objectivo não é gerar riqueza mas promover a transparência e tornar a nossa sociedade bastante melhor. Proponho ir por passos:

– Disponibilização do Diário da Républica em formato digital – OK

– Google indexar Diário da Républica – OK

– Criação de página com conteúdos a nível estatístico retirados do DRE

Como exemplos, dou os concursos públicos de admissão, os resultados desses mesmos concursos, comparar admissões em municipios, obras aprovadas, etc.

Exemplo (aberturas de concurso de admissão):

Admissões na Câmara de Pombal: 32

Admissões na Câmara de Coimbra: 105

Admissões na Câmara de Viseu: 52

Admissões na Câmara de Aveiro: 68

Admissões na Câmara de Lisboa: 144

Admissões na Câmara de Leiria: 62

Depois mantemos um histórico do número de hits no Google e estudamos a evolução até às próximas eleições. Dou o exemplo de Câmaras Municipais, mas é só ter um pouco de imaginação e utilizar o motor de pesquisa de eleição para retirar dados interessantes.

Invicta

Apanho um taxi rumo à minha guarida nortenha no final de um dia de trabalho pelas agradáveis terras do Norte. Do taxista, para além de uns desabafos sobre o estado débil das luzes públicas das ruas de Matosinhos, ainda consegui apanhar um “Isto no tempo de Salazar é que era!”. Afinal não é só em Lisboa que a população taxista relança os tempos salazaristas. Diz o corolário do acto de “apanhar um taxi” que estes são os melhores taxistas, os que relembram Salazar – rápidos, metem-se com todos e fazem-nos chegar ao destino num ápice. Pude constatar mais uma vez que esta afirmação é verdadeira.

Depois de recordar os meus tempos de Aveiro com uma francesinha bem picante e uma bela cerveja, resolvi ir digerir o manjar com um passeio nocturno. Fiz um pequeno desvio para entrar num centro comercial desta cidade para tentar desencantar uma roupita qualquer engraçada, e dei por mim a assistir a uma conversa alegre mas acessa acesa com uma das figuras “anónimas” mais conhecidas do futebol. Não sei porque nome é conhecido o senhor, mas admirei o traje boavisteiro, que de facto é bem conseguido e mais admirável do que na televisão. Para além do traje, o que me cativou naquele simples momento, foi a facilidade com que outras pessoas entravam na alegre discussão. Não existia o “olhar para o outro lado como se não fosse nada comigo” lisboeta. Acho que se nota uma diferença assinalável na interacção pessoal entre Lisboa e Porto. Talvez algum sociólogo com um tempito disponível passe por este espaço e resolva tentar explicar estas diferenças inegáveis.

Algo no horizonte dos 700Mhz

O leilão acabou há pouco tempo, mas o espectro dos 700Mhz nos EUA irá ser liberto em 2009 quando acabarem as emissões de sinal analógico da TV. Ainda é desconhecido qual a identidade que ganhou o concurso, mas já há muito tempo que o Google se mostrava interessado nesta fatia de frequências. $19,592,420,000 dólares foi o montante total licitado.

O historial dos valores absurdos transaccionados na Europa e também em Portugal na altura do UMTS, mostra-nos que existiu uma grande especulação e os resultados ficaram abaixo das expectativas dos vários operadores que conseguiram obter umas desejosas frequências. A pergunta que se coloca, é o porquê de os nossos congéneres americanos não terem aprendido com esta especulação?

A minha opinião é que a resposta é simples. Banda larga a baixas frequências + cobertura em todos os EUA = 700 Mhz 🙂

Melhor vinho do mundo

Syrah 2005 – Casa Ermelinda Freitas – Portugal

A Sra. Ermelinda Freitas está de parabéns. Acabou de ganhar o prémio de melhor vinho do mundo segundo um concurso em que estiveram presentes cerca de 3000 vinhos diferentes.

Acho que é primeira vez que falo de vinho neste pequeno espaço e aproveito para divulgar um projecto português – a Adegga. Um local onde se podem trocar impressões sobre vinhos, recomendar, discutir tudo sobre este nectar.  E ainda temos um excelente blog sobre o assunto.