Fuga para a frente

Voltei eu de umas breves férias quando descubro que o antigo local onde este blog estava alojado tinha rebentado pelas costuras literalmente. Bem podia ter desconfiado de um serviço grátis. Apenas 10 megas de espaço para a base de dados que alimenta o blog é bastante pouco.

Depois de descobrir qual o problema, resolvi mudar. Mudar mais uma vez de servidor, mas qual escolher? Ainda tentei o Sapo, afinal é nacional e como diz o ditado, o que é nacional é bom. No entanto, aliado ao facto de me estar sempre a esquecer da maldita password do email do Sapo que nunca utilizo (sim, porque nos obrigam a ter email do Sapo para utilizar o serviço de blogs), a importação não correu bem. O aviso lá estava: “Dados importados com sucesso”. Mas no entanto, devido à minha ignorância ou falta de paciência, não consegui visualizar nada. Ou seja, o blog para mim estava vazio. Raios partam o sapo!

Sendo a plataforma de acolhimento das minha palavras o WordPress, nada melhor do que ir para a casa mãe, que de certeza somos bem acolhidos. E eis que temos uma nova casa… Bem-vindos!

Nota: Criei isto há breves minutos, assim qualquer mudança brusca no visual que vos faça esfregar os olhos e sofrer espasmos de horror é natural, mas nada que não impeça uma nova visita no futuro.

5 thoughts on “Fuga para a frente

  1. Já que insistes, eu explico:

    “etc.” = abrev. da loc. lat. et caetera, o resto, as outras coisas
    e o resto, e as outras coisas, e assim por diante.

    Chega? Já não há “espaço” para aligeirar um pouco o discurso, hein ?

    Fica bem…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s