Crédito fácil

Algo me diz que sem a vulgarização crescente do crédito fácil, este governo teria manifestações diariamente. Gostaria de ter acesso a uma estatística com a evolução do sobreendividamento em Portugal. Algum dia isto vai estourar.

Update: Encontrei um estudo do Centro de Estudos Sociais da Faculdade de Economia de Coimbra sobre este assunto.

3 thoughts on “Crédito fácil

  1. Só espero que não sejas uma das vítimas.
    Juizinho, hein…

    Parece que estás a passar para o lado de cá da barricada?
    Já não vês o mundo e os governos tão “cor-de-rosa”, é isso?

    Faz-se luz…

    Abraço!
    Nuno

    P.S: Quanto às estatísticas a DECO é capaz de ter alguma coisa sobre isso.

  2. @Nuno:
    Felizmente não sou uma das vitimas 🙂

    Comecei apenas a penser nisso quando verifico a quantidade de pessoas descontentes e em situações complicadas. Penso que se não existisse o recurso ao crédito fácil (leia-se Cofidis, etc.), já existiriam muito mais manifestações na rua.

    Quanto ao teu comentário “lado de cá da barricada”, nunca fui direita nem de esquerda, cima ou baixo 🙂 Apartidário soa-me bastante melhor.

  3. @Nuno:

    Tentei verificar no INE, existem alguns estudos mas nada concreto sobre o endividamente excessivo. Encontrei um estudo sobre este assunto (que se encontra no post).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s