Mensagem enviada atrás no tempo

Apanhei esta história no Digg, onde se refere que um professor norte-americano planeia realizar uma experiência onde irá enviar uma mensagem para o passado. Refere-se que já possuí cerca de 35 000 dólares de investimento privado. Eu gostaria também de ajudar no financiamento desta demanda interessante, se o tal professor me enviar os números do Euromilhões que irão sair no futuro. Só peço uma chave, nada de mais, e não é necessário que haja jackpot nessa semana.

Mas o tal professor está confiante na experiência. A pergunta que coloco é: será que já recebeu uma mensagem do futuro a confirmar o sucesso da sua experiência?

Aqui entramos no mundo fabuloso das linhas de tempo alternativas, universos paralelos e dos inúmeros termos de física quântica que me fazem sentir saudoso quando tudo se exprimia na escola a um mero conjunto de equações newtonianas com uns temperos de relatividade.

Pior é se a mensagem enviada tem aviso de recepção. Será que vem com instruções para enviar o aviso para o futuro? 😉

“Save the cheerleader!” (Esta é para os fãs do Heroes 🙂 )

Cadiz-Ceuta-Gibraltar

Aproveitando o fim-de-semana prolongado meti-me à estrada com o objectivo de visitar as cidades espanholas de Cádiz e Ceuta, dando também um salto ao inglês Gibraltar.

trajecto

A partida foi efectuada em Lisboa passando a ponte Vasco da Gama rumando ao sul, via A2. Optou-se por utilizar um caminho secundário que se revelou num erro a nível de tempo gasto mas deu para efectuar uma breve paragem por Serpa.

warrior
Serpa

A chegada a Cádiz deu-se ao final da tarde, mas devido ao interessante horário espanhol o sol ainda tinha muito para percorrer até se esconder. Cádiz é uma cidade peculiar, visto estar quase rodeada por mar. Sem a ajuda de uma mapa, é com enorme facilidade que nos perdemos pelas ruelas antigas e pelas ínumeras pracetas.

cadiz

O segundo dia teve como destino Algeciras (pelos vistos o nome descende do árabe e é o mesmo da famosa cadeia de televisão). Esta cidade iria servir de ponto de partida para Ceuta e posteriormente Gibraltar. Não estava prevista um visita extensa a Algeciras, e de facto não o fizemos. No entanto, fora o seu imponente porto e vista para Gibraltar, não me cativou. Melhor foi a viagem até Ceuta através do BuqueBus, onde até tivemos direito a desconto. A viagem é relativamente rápida (cerca de 45 min) e com bastante conforto (até Telepizza havia a bordo).

Ceuta é uma cidade fantástica e que se percorre relativamente bem a pé, desde as ruelas cheias de comércio aos monumentos antigos que se escondem nas esquinas. Destaco o forte imponente rodeado por águas salgadas e a estátua do Infante D.Henrique (até alguém me provar o contrário aquele é o Infante D.Henrique).

henriqiue
ceuta
Depois de Ceuta seguiu-se Gibraltar que também recomendo apesar dos preços elevados, da gasolina/gasóleo super barato e de termos sido assaltados por um macaco, que nos levou o almoço 🙂

macaco
Depois de Gibraltar, rumou-se a Portugal, com destino ao Algarve, onde depois de uma noite de repouso se partiu para Lisboa. Todas as cidades são altamente recomendáveis como visita, pois para além do interesse histórico, são fáceis de trilhar a pé e ainda podem mandar um mergulho, pois todas têm praia. 😉